Quando uma pessoa tem atitudes éticas, isso quer dizer que ela age de acordo com um conjunto de normas e princípios que orientam a boa conduta do ser humano, sem prejudicar os outros. A palavra ética tem origem no grego ethos que significa propriedade do caráter. Aplicando o conceito ao ambiente corporativo, existe a ética profissional que diz respeito ao comportamento adequado para a boa convivência. Mas, será que você sabe o que é ter ética profissional?

Este post é um convite à reflexão. Continue a leitura para conhecer o que é ter ética no ambiente de trabalho, a importância da ética profissional, alguns exemplos e como a sua empresa pode se beneficiar dela!

A ética no trabalho

Um indivíduo é ético quando ele cumpre seus deveres, conforme o código de cada profissão. Além disso, é ético quando pratica atitudes universais aceitáveis dentro da sociedade que se aplicam ao ambiente corporativo, tais como a responsabilidade, a honestidade, o respeito, a cooperação, dentre outras.

A importância da ética profissional

Para que os colaboradores possam ter um bom convívio, é essencial que a ética profissional esteja presente. Com ela, as relações se tornam mais transparentes, há também um respeito mútuo pelas atividades dos colegas e a busca por crescimento, pois todos desejam se desenvolver profissionalmente, ajudando a empresa a conquistar os seus objetivos.

Contudo, a ética não deve apenas estar na lista de valores, mas também deve fazer parte da cultura organizacional, sendo um dos componentes básicos de uma empresa.

Exemplos de ética no trabalho

Confira alguns exemplos de ética profissional e saiba como aplicá-la:

  • ter honestidade e respeito com os colegas, clientes e superiores, conquistando o respeito e a confiança;
  • evitar falsas promessas e sempre cumprir com a palavra;
  • conversar diretamente com o colega que foi prejudicado por você e vice-versa, sem falar mal “pelas costas”, sendo educado e compreensível;
  • evitar utilizar itens sem autorização ou acessar informações que não lhe dizem respeito;
  • assumir as consequências e não culpar outros colegas pelos seus atos;
  • evitar fofocas e boatos que perturbem a paz no ambiente de trabalho;
  • não levar crédito ou ser elogiado por atividades que não foram realizadas por você.

Os problemas da falta de ética no trabalho

Uma pessoa antiética é capaz de compartilhar informações sigilosas da empresa, causar intrigas no trabalho para ganhar uma promoção e, até mesmo, atrapalhar negociações para se dar bem financeiramente. Outras atitudes que sinalizam a falta de ética é falar mal do chefe, de colegas e clientes, além de espalhar boatos.

As empresas que prezam pela ética profissional devem ser idôneas acima de tudo e nunca incentivar seus funcionários a cometerem atos ilícitos em benefício próprio, do negócio ou de terceiros. Além disso, para assegurar um bom convívio e funcionamento das atividades, padrões morais e regras devem ser criadas

Todo gestor ou profissional de RH deve entender a importância da ética profissional para a organização, a fim de evitar problemas que podem prejudicar o clima e ambiente da organização.

Você se lembra de mais alguma atitude ética que não foi comentada neste post ou deseja compartilhar algo a respeito do assunto? Estamos ansiosos pelo seu comentário!