Impacto do Coronavírus no RH

6 minutos para ler

O profissional de Recursos Humanos tem tido um papel importantíssimo na pandemia causada pelo Coronavírus (COVID19) e certamente essa importância será mantida por todas as mudanças previstas no âmbito de gestão de pessoas pós crise. Já estamos percebendo os impactos gerados e com eles as dúvidas, que na maioria das vezes são destinadas aos profissionais da área. Pois bem, vou contar um segredo, nós profissionais de RH também temos questionamentos e inseguranças oriundos dessa situação emergencial.

Uma das maiores dúvidas geradas nesse momento é referente ao trabalho home office que já existia principalmente com os profissionais da Tecnologia da Informação e com a necessidade do isolamento social virou uma ferramenta a ser utilizada por muitas empresas para manter o vínculo de seus colaboradores e obviamente, manter as atividades da empresa. 

Vivemos um momento em que ter um computador com internet possibilita as pessoas a trabalharem em qualquer lugar e isso é muito bom! Imagina para quem mora longe do trabalho que maravilha é não precisar sair de casa para trabalhar? Imagina poder trabalhar de pijama e pantufa, tomar seu café tranquilamente, fazer seu almoço enquanto envia alguns e-mails? Certamente é o sonho da maioria dos trabalhadores. Entretanto, nem só de flores vive o trabalho remoto e nesse momento principalmente todos recorrem ao RH pedindo socorro com os problemas. Os gestores sem saber como continuar engajando suas equipes e os liderados lutando contra as distrações que tudo em casa proporciona para manter a disciplina com suas respectivas atividades. Além disso, grande parte das atividades do RH (para não dizer todas) também foram atingidas e a vida dos profissionais passou por uma série de transformações para se adequarem a nova demanda. De uma forma geral e observando o comportamento principalmente de empresas mais estruturadas, vamos a algumas dicas para melhorar e otimizar os trabalhos do cotidiano:

1. Recrutamento e Seleção

O processo de recrutamento e seleção foi um dos mais afetados com o isolamento. Quem ainda não usa, esse é o momento ideal para usar a tecnologia seu favor, através das entrevistas por vídeo, recebimento de vídeos currículos e plataformas de seleção de candidatos, cada forma de acordo com a absorção da empresa. Se nunca fiz uma entrevista por vídeo, não vou conseguir fazer a tratativa totalmente remota de forma brusca, então, encaixe as ferramentas de acordo com a realidade de sua organização. Lembrando que o Burh está disponibilizando ferramenta gratuita de recrutamento e seleção para ajudar as empresas, além de outros recursos como Whatsapp Web e Videoconferência para as entrevistas online, confira no site!

2. Onboarding

Na parte de integração de novos funcionários, gravar o conteúdo que era apresentado presencialmente é uma forma prática e sem custos de adaptação, que pode ser disponibilizado via e-mail dos funcionários, assim como cartilhas, regulamentos e demais materiais que eram entregues fisicamente. 

3. Treinamento

Para as empresas que adotam sistemas regulares de treinamentos, podem utilizar ferramentas de videoconferência, como o zoom ou até mesmo o Google meet, disponibilizado diretamente no Gmail para empresas. A ideia é a mesma do onboarding, mas incluindo a participação dos funcionários que estão passando pelo treinamento, os quais podem tirar dúvidas e interagir com o treinador. Disponibilização de e-books ou livros em PDF como material extra auxiliam o instrutor nessa fase e agregam com a cultura de todos.

4. Solução de conflitos

Intervir em conflitos internos é uma das funções do RH principalmente quando o gestor não consegue mais fazer isso sozinho. Mas como solucionar conflitos se a equipe está trabalhando em home office? Esse é o momento do RH ser empático e ponderar a situação tendo em vista o nível de estresse que todos estão passando atualmente. Realizar chamadas de vídeo individuais com os que estão envolvidos na situação para não causar transtornos ou constrangimentos para qualquer uma das partes é fundamental para solucionar o problema e manter o clima organizacional. Quando falamos em chamadas de vídeo podemos usar Skype, Whatsapp ou Facetime, todos gratuitos e de fácil acesso. Lembrando que o Burh também disponibilizou essa função gratuitamente para as empresas cadastradas.

5. Engajamento de times

Esse já é um desafio normalmente na vida do RH, neste momento então será que beira o impossível manter equipes engajadas nas metas e cultura da empresa? Impossível certamente não é! Ter uma comunicação assertiva e conhecer a equipe que está em sua frente são palavras chaves para alcançar o engajamento do grupo. Avalie o perfil comportamental e se apoie no que impulsiona cada grupo de pessoas. Não é porque o funcionário não está presente fisicamente que seu PDI deve ser deixado de lado ou que o check de metas não seja feito. Campanhas internas salientando as ações de valorização ajudam a fazer com que os funcionários se assemelhem a visão da empresa e sintam orgulho em estar em um lugar que pensa nas pessoas. O Trello é uma ferramenta ótima e gratuita para inserir atividades e acompanhar o desenvolvimento dos times e inclusive as tarefas do próprio RH, que pode utilizá-lo para gerenciar as mudanças recentes da legislação trabalhista.

O fato é que de uma forma ou de outra as empresas vão ter que se adaptar ao uso da tecnologia, não podendo mais adiar esse momento. Entretanto, os gestores nunca poderão usar dessas ferramentas para substituir a atenção que deve ser dada a sua equipe. E ao RH cabe ter paciência e tranquilidade, para passar corretamente essa mensagem adiante, sabendo priorizar suas ações e se perguntar perante cada uma delas: “como consigo adaptar e/ou até mesmo melhorar essa situação até tudo se restabelecer? ”, mantendo a ideia que talvez no pós crises, muitas dessas ações tiveram resultados melhores de como eram feitas antes e podem alterar os padrões e políticas internas da organização, pois nem você, nem as pessoas e nem o mundo mais será o mesmo depois que a onda do Covid-19 passar.

Posts relacionados

Deixe uma resposta